Lançamento do livro Maria de Bettencourt – Diários de Uma Mulher Singular, de Henrique Levy, edição Planeta Editora

Lançamento do livro Maria de Bettencourt – Diários de Uma Mulher Singular de Henrique Levy, edição Planeta Editora

Com a presença do autor e apresentação por de Isabel Aguiar Branco.

"Uma sátira brilhante às elites, ao preconceito e às figuras mais ridículas do poder num tempo em que a Ditadura começava a agonizar. Os diários de Maria de Bettencourt, descendente de uma antiga família açoreana, de São Miguel, vão deixar meio mundo escandalizado.

Filha de um respeitado capitão-de-fragata açoriano, vai descobrir que toda a sua vida é uma farsa. O pai é obrigado a exilar-se, a mãe é internada num hospício e ela embarca para Lisboa, onde deverá aprender a fazer bombas para ajudar os comunistas.

Um romance irreverente e singular, onde não faltam grandes personagens.

Um retrato de uma sociedade rural e preconceituosa."

Henrique José Aguiar Fonte Levy, ou simplesmente Henrique Levy, como é conhecido, nasceu em Lisboa a 6 de Junho de 1960, ainda que a sua infância tenha sido passada em S. Tomé e Príncipe e também em Moçambique. Na década de 90 regressa a Portugal e ingressa na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, onde tira a licenciatura em Língua e Cultura Portuguesa, seguida pelo mestrado em Estudos Portugueses, concluído na Universidade Aberta, com uma tese dedicada a Florbela Espanca, em 1999. Nesse mesmo ano publica a primeira obra de sua autoria, Mãos Navegadas, um livro de poesia também dedicado à mesma autora.

Ainda que tenha efectuado o percurso académico em Portugal, o início da sua actividade profissional dá-se no estrangeiro, mais concretamente em Macau, onde viveu e exerceu funções na área da educação durante oito anos.

Desloca-se a outros países da África Austral, da Ásia e da Europa, assimilando as diferentes realidades culturais visitadas, que serviriam de inspiração para a sua escrita. À primeira publicação, a já referida Mãos Navegadas, segue-se Intensidades (2001), uma outra obra poética, seguida por duas obras em prosa, Cisne de África (2009) e Praia Lisboa (2010). A última obra literária de Henrique Levy, O Silêncio das Almas, foi lançada em 2015 e conta com um prefácio escrito por Urbano Tavares Rodrigues.

Para além de escritor e poeta, Henrique Levy prosseguiu ainda com a carreira docente, sendo professor assistente na Universidade Autónoma de Lisboa Luís de Camões, cargo que exerce até ao presente.

Livraria 100ª Página | Casa Rolão Av. Central, 118/120 4710-229 Braga | Tel: 253 267 647 | Fax: 253 267 648