Tertúlia À Sombra do Oká – os Caminhos Áridos da Mestiçagem com Olinda Beja, Escritora e Poetisa São-Tomense

À Sombra do Oká – os caminhos áridos da mestiçagem.
Tertúlia com Olinda Beja, escritora e poetisa são-tomense. 
Organização do Centro de Estudos de Comunicação Social_UMinho

à sombra do oká se espelharão as águas
de todas as ribeiras sombreadas de paz
cristalinas águas de pureza incandescente
minha fonte perene de alegria inacabada
nascente e foz onde outrora se desfizeram vidas
e onde minha mãe cumpriu pagá devê

Olinda Beja, in À Sombra de Oká


Olinda Beja nasceu em S. Tomé e Príncipe, (1946) na cidade de Guadalupe. Com quase 3 anos de idade é enviada para Portugal (Mangualde – Beira Alta)
Em Portugal estudou e obteve o Diploma Superior dos Altos Estudos Franceses da Alliance Française e, mais tarde, a Licenciatura em Línguas e Literaturas Modernas (Português/Francês), pela Universidade do Porto. Fez ainda o Curso de Literaturas Africanas de Língua Portuguesa (LALP) pela Universidade Aberta. Na Suíça, onde foi professora durante dez anos, fez outros cursos inerentes à sua profissão docente e literária.

Aos 37 anos redescobre a sua ilha natal e dedica-lhe as suas obras. A partir de 1992 publicou: Bô Tendê? (poemas); Leve, Leve (poemas); 15 Dias de Regresso (romance); No País do Tchiloli, (poemas); A Pedra de Vila Nova (romance); Pingos de Chuva (conto); Quebra-Mar (poemas); A Ilha de Izunari (romance); Pé-de-perfume, (contos); Água Crioula (poemas); Aromas de Cajamanga (poemas), Histórias da Gravana (contos); O Cruzeiro do Sul (poemas- livro bilingue – Port./Espan.); A Casa do Pastor (contos – trad. para inglês); Um Grão de Café (conto infantil); À Sombra do Oká (poemas); Tomé Bombom (conto juvenil); Chá do Príncipe (contos).

Em 2005 e 2007 é-lhe atribuída (como prémio) uma Bolsa de Criação Literária para escrever as obras: Pé-de-Perfume e Histórias da Gravana.
Em 2012 é nomeada para o prémio PT Literatura tendo sido finalista com a obra “Histórias da Gravana”.
Em 2013 recebe o Prémio Literário Francisco José Tenreiro com o livro “À Sombra do Ôká” (poemas).

As obras de Olinda Beja são estudadas nas escolas de Portugal, Suíça, Luxemburgo e em muitas universidades do Brasil. Tem trabalhos publicados na Alemanha (Universidade de Frankfurt e de Berlim), sobre a língua materna de S. Tomé, bem como poemas dispersos em revistas nacionais e estrangeiras, em livros didácticos dos Ministérios Português e Francês da Educação e em diversas antologias.
Poeta, romancista, contadora de histórias, Olinda Beja tem divulgado, através de conferências e recitais de poesia, a cultura de S. Tomé e Príncipe por vários países nomeadamente Brasil, Austrália, Timor, França, Espanha, Suíça, Inglaterra, Luxemburgo, Cabo Verde…
Tem poemas e contos traduzidos para espanhol, francês, inglês, chinês (mandarim), árabe e esperanto.
É membro da UNEAS (União dos Escritores e Artistas de S. Tomé e Príncipe) desde 1992."

Livraria 100ª Página | Casa Rolão Av. Central, 118/120 4710-229 Braga | Tel: 253 267 647 | Fax: 253 267 648