100ª Página de Augusto Niemar, Chiado Editora

Estamos a Ler - 20% de desconto durante o mês de NOVEMBRO

Centésima página apresenta cem sonetos gauches, contos centenários de nosso tempo e um sem-fim de destinos cruzados mais todos os sonhos do mundo. Escrito por Augusto Niemar, poeta do Brasil Central, exilado na Augusta Bracara da Ibéria, no ano dos 100 anos de publicação da Revista literária Orpheu.

100a página quer ser centelha poética e saudade do futuro lusófono. Sentimento do mundo de um ocidental lançado à rua, para fotografá-la em centelhas de imagens polifônicas que acalentam, nos seres de cá ou de lá, os desejos mais profundos de alumbramento. 100 poemas do restelo para redizer que a poesia é o nada que é tudo e uma centena de contos do desassossego para lembrar que no meio do cais tinha uma saudade de pedra.

Augusto Rodrigues da Silva Junior é, também, Professor Adjunto de Literatura da Universidade de Brasília (UnB/Brasil). Realizou Estágio Pós-Doutoral (Bolsista CAPES) na Universidade do Minho – Centro de Estudos Humanísticos – Modernidades Comparadas: Literaturas, Artes e Culturas; Braga/Portugal (2014/2015). É Doutor em Literatura Comparada pela Universidade Federal Fluminense (UFF; 2008) e realizou mestrado e graduação em Literatura na Universidade Federal de Goiás (UFG; 1991-2003). Nasceu e viveu em Itatiaia, cidade-satélite de Goiânia, Estado de Goiás – Brasil Central.

Publicou alguns livros de poesia publicados no Brasil.
Como escritor recebeu os seguintes prêmios literários:
Menção honrosa no Concurso Nacional de Literatura Cidade de Belo Horizonte – Prêmio Carlos Drummond de Andrade; 2007. Título da coletânea: quase poesia;
Concurso Nacional de Poesia Fernando Mendes Vianna – Associação Nacional dos Escritores – A.N.E. (Thesaurus) – 2009; Prêmio dado ao Onde as ruas não têm nome.
Concurso Nacional de Ensaio – Prêmio Cassiano Nunes, Espaço Cassiano Nunes – Biblioteca Central – Universidade de Brasília – 2011. Prêmio, a quatro mãos, com Ana Medeiros.

 

Livraria 100ª Página | Casa Rolão Av. Central, 118/120 4710-229 Braga | Tel: 253 267 647 | Fax: 253 267 648